14 de ago de 2011

Interações Ecológicas - TiagoLisot



http://www.youtube.com/watch?v=bz5pVqwisu4

Professor =-Lisot->
MAPA CONCEITUAL - INTERAÇÕES ECOLÓGICAS (Prof. TiagoLisot)
   Observem a foto. Quantos seres vivos estamos vendo? Quem são esses seres vivos? Será que existe alguma relação entre eles? Será que alguem está ganhando alguma coisa ali? Será que alguem está perdendo alguma coisa?
   Na foto, observamos dois seres vivos de espécies diferentes. Temos um Homo sapiens, ou seja, um Humano. O outro ser vivo é um inseto, neste caso uma mosca da familia Tabanidae, também conhecida como "mutuca ou mosca dos cavalos ". Os machos dessa familia são holópticos por possuirem os olhos contiguos e florículas por viverem nas flores, enquanto que as fêmeas são dicópticas por possuirem os olhos separados. As femêas alimentam-se de néctar e também de sangue, que é necessário para a maturação dos ovócitos.
  A Ecologia é a ciência que estuda as interações entre os seres vivos e as suas particularidades com o ambiente em que habitam. As mudanças que ocorreram na Terra forçaram os organismos a se adaptarem e com o tempo ocorreu o surgimento de novas espécies, proporcionando assim uma grande variedade de espécies, que chamamos de Biodiversidade. Estas espécies não vivem isoladas no ambiente, elas coexistem com tantas outras e assim interagem por diversos fatores, como por exemplo: utilizam o mesmo rio para beber água ou o mesmo fruto para se alimentar.
   Quando encontramos um grupo de individuos de uma espécie habitando um determinado lugar podemos chamar este grupo de população, por exemplo: - No gramado da sua casa você encontra alguns grilos, estes grilos vivem no mesmo lugar (o gramado), portanto podemos chamar de população de grilos. Já as comunidades recebem esse nome porque reunem um grupo de populações diferentes que habitam o mesmo lugar. Vamos voltar ao gramado da sua casa, por exemplo: - se juntarmos as populações de grilos, formigas e aranhas com as de dente-de-leão, azeda e a própria grama teremos uma comunidade formada por várias populações.
    Sabemos que o local onde uma população vive é chamado de Habitat. Nesse local a espécie tem determinados hábitos, que poderíamos chamar de particularidades, como por exemplo: A onça, ela ocupa regiões quentes e temperadas, gosta de florestas, se alimenta de animais, usa o rio para tomar água e geralmente anda sozinha. Ao conjunto de hábitos de uma espécie chamamos de Nicho Ecológico.
    Cada espécie tem um nicho ecológico próprio. Porém esses hábitos das espécies podem ser os mesmos, vamos ver um exemplo: - as capivaras e as onças que vivem na mata utilizam o mesmo rio para beber água. A questão é, se elas vivem tão próximas podem interagir de outra maneira? Pense um pouco, a capivara é um herbivoro, portanto se alimenta de plantas já a onça é um carnívoro e se alimenta de animais. Então a capívara pode virar o almoço da onça! assim elas interagem de outra forma, que neste caso envolve a alimentação.  
    Pensando nas relações ecológicas podemos determinar quatro relações ecológicas. Vamos ver:
    Um dos tipos é a Interação Intra-especifica, que ocorre entre individuos da mesma espécie. Outra interação é a Interespecífica, que ocorre entre individuos de espécies diferentes. Ambas as interações podem ser do tipo harmônicas ou desarmônicas, também conhecidas como positivas e negativas, respectivamente. As interações harmônicas são aquelas em que pelo menos um individuo se beneficia da situação, já as relações desarmônicas são aquelas em que pelo menos um individuo sai prejudicado da relação.
    Vamos aos exemplos:
   Interação intra-especifica harmônica, ou seja, é a interação que ocorre entre individuos da mesma espécie e que todos se beneficiam. Um exemplo dessa interação é a cooperação que ocorre entre individuos da mesma colméia de abelhas. Neste caso ocorre a divisão de funções, sendo assim as abelhas operárias trabalham recolhendo néctar e construindo os favos para depositar o mel, a abelha rainha fica responsável pela postura de ovos e os zangões tem a função de fecundar a rainha. Notem que o trabalho em conjunto beneficia todos os individuos dessa espécie.
   Interação Intra-especifica desarmônica, ou seja, é interação de individuos da mesma espécie, mas que neste caso pelo menos um deles acaba prejudicado. Um exemplo é a relação entre as Aranhas macho e fêmea, na qual a fêmea mata o macho após a cópula, ou seja, após o momento mais excitante da vida do macho.
   Interação Interespecifica harmônica. Essa interação occorre entre espécies diferentes. Um exemplo seria a relação entre os abutres e os leões. Os abutres se alimentam dos restos do bicho que o leão matou. Veja que não há prejuizo para o leão, mas os abutres saem ganhando, por isso é uma relação positiva.
   Interação Interespecifica desarmônica: Vamos ao exemplo final. Pensem na relação entre o boi e o carrapato. O carrapato vive grudado no boi e se alimenta de sangue, assim o carrapato se beneficia da situação enquanto que o boi sai perdendo. Por isso temos uma relação desarmônica entre espécies diferentes.
     Para finalizar vamos analisar a foto. De um lado temos um mamífero, de outro um inseto. Temos duas espécies diferentes, o que pode caracterizar um interação do tipo Interespecifica. Se o inseto está sugando o sangue do humano para se alimentar, temos então uma relação harmônica ou desarmônica? Concerteza você deve ter concluído que o humano está sendo prejudicado, portanto quando há prejuizo para pelo menos uma das espécies temos uma relação desarmônica, tambem chamada de negativa.
    


Nenhum comentário:

Postar um comentário